Anais dos Seminários de Redução, Minério de Ferro e Aglomeração


ISSN 2594-357X

Título

AUMENTO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA MOAGEM SECUNDÁRIA DO CONCENTRADOR I

SECUNDARY GRIDING ENERGETIC EFICIENCE INCRISING AT CONCENTRATOR I

DOI

10.5151/4444-4444-27114

Downloads

Baixar Artigo 309 Downloads

Resumo

No beneficiamento de itabiritos pobres (%Fe≈44,0) um dos principais desafios para as usinas de tratamento é a produção de concentrado dentro das especificações de qualidade e com menor custo. Nas usinas de beneficiamento a moagem é a operação unitária com o maior custo. Além disso, a moagem secundária é a operação unitária na qual a granulometria do concentrado é adequada às especificações para a etapa de flotação cleaner e para o transporte em mineroduto. Dessa forma, o aumento da eficiência energética no circuito de remoagem permite reduzir os custos e aumentar a eficiência do circuito de flotação cleaner. Amostragens de rotina e testes de bancada realizados com amostras coletadas no concentrador I indicaram oportunidade de aumentar a eficiência energética (kWh/t) da remoagem e reduzir a granulometria na alimentação da flotação. Com esse objetivo, foram realizadas alterações no circuito de remoagem do pré-concentrado da flotação mecânica do concentrador I da Samarco. Essas alterações consistiram em moer todo o pré-concentrado em circuito fechado reverso e não mais em dois estágios, sendo um em circuito aberto e outro em circuito fechado. Essas alterações realizadas no circuito permitiram aumentar a eficiência energética do circuito de remoagem, reduzir o consumo energético em 9,3% e adequar as granulometria e grau de liberação para a etapa subsequente de flotação.

 

In processing of itabirite with iron content of 44,0, a major challenge for the treatment plants is to product concentrate within quality specifications and at lower cost. In processing plants, grinding steps are the unit operation with the highest cost. Furthermore, the secondary grinding step is the operation which the size specification is suitable for the cleaner flotation stage and the pipeline transportation. In this way, increasing energy efficiency in the regrind circuit would reduce costs and increase the efficiency of cleaner flotation circuit. Routine sampling and bench tests carried out with samples collected at concentrator I indicated opportunity to increase energy efficiency (kWh/t) of regrind and reduce the particle size in the feed of flotation. For this purpose, the secondary grinding circuit at Samarco concentrator I was modified. These changes consisted in grinding all pre-concentrate in a reverse closed circuit. These changes have increased the energy efficiency of the regrind with a reduction of 9.3% in the energy consumption and adjust the particle size for cleaner flotation step.

Palavras-chave

Moagem, Tamanho de partícula, Flotação, Teor de SiO2 no concentrado

Grinding, Particle size, Flotation, SiO2 content on concentrate

Como citar

Silva, João Paulo Melo; Oliveira, Paulo Sergio de; Figueiredo, Alexandre Camilo Leles de; Guimarães, Marcos Geraldo; Silva, Flávio Thimótio da; Vieira, Marcos Gomes. AUMENTO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA MOAGEM SECUNDÁRIA DO CONCENTRADOR I , p. 874-881. In: 45º Ironmaking / 16º Iron Ore / 3º Agglomeration, Rio de Janeiro, 2015.
ISSN: 2594-357X , DOI 10.5151/4444-4444-27114