Anais dos Seminários de Redução, Minério de Ferro e Aglomeração


ISSN 2594-357X

Título

AVALIAÇÃO DO EFEITO DA ADIÇÃO DE COQUE DE PETRÓLEO EM TERMOPLASTICIDADE DE MISTURAS DE CARVÕES CONTENDO CARVÃO NACIONAL

EVALUATION OF PETROLEUM COKE ADDITION ON THE THERMOPLASTICITY OF COAL BLENDS WITH BRAZILIAN COAL

DOI

10.5151/2594-357X-30772

Downloads

Baixar Artigo 208 Downloads

Resumo

Esse trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da adição de diferentes teores de coque verde de petróleo (5, 15 e 30%) nas propriedades termoplásticas de misturas de carvões contendo carvão nacional da camada barro branco. A caracterização termoplástica das misturas foi realizada a partir de testes de plastometria Gieseler e dilatometria Audibert-Arnu. A caracterização dos carvões mostrou que o carvão nacional possui propriedades termoplásticas muito superiores aos demais carvões. Por consequência, verifica-se que a sua introdução nas misturas causa aumento das propriedades termoplásticas nos testes de plastometria e dilatometria. O coque verde de petróleo, em contrapartida, é um aditivo inerte e atua como um depressor das propriedades termoplásticas. Constatou-se que a adição do coque verde de petróleo às misturas causa redução da fluidez, do intervalo plástico e dilatação nos testes realizados. A sinergia entre do carvão nacional de alta fluidez e o caráter inerte do coque de petróleo mostrou-se vantajoso.

 

This work aimed to evaluate the thermoplastic behavior of coal blends prepared with petroleum coke and a high fluidity Brazilian coal (Barro Branco). The thermoplastic characterization of the coal blends was carried out by Gieseler plastometry and Audibert-Arnu dilatometry tests. The Brazilian coal has an anomalous thermalplastic behavior, which is much superior to the imported coals used in this study. As a consequence of such behavior, the use of this coal cause a drastic increase in the thermoplastic properties of coal blends. On the other hand, petroleum coke acts as a depressor of thermoplastic properties, decreasing the maximum fluidity and plastic range. The synergy of high fluidity of the Brazilian coal and the inert character of petroleum could be advantageous on the point of view coke making.

Palavras-chave

Termoplasticidade, Carvão Nacional, Coque de petróleo, Plastometria Gieseler, Dilatomeria Audibert-A

Thermoplasticity, Brazilian coal, Petroleum Coke, Gieseler plastometry, Audibert-Arnu.

Como citar

Agra, Anderson Azevedo; Flores, Bruno Deves; Rückert, Matheus Frederico; Silva, Guilherme L. R. da; Vilela, Antônio C. F.; Osório, Eduardo. AVALIAÇÃO DO EFEITO DA ADIÇÃO DE COQUE DE PETRÓLEO EM TERMOPLASTICIDADE DE MISTURAS DE CARVÕES CONTENDO CARVÃO NACIONAL , p. 300-311. In: 47º Seminário de Redução de Minérios e Matérias-Primas, São Paulo, 2017.
ISSN: 2594-357X , DOI 10.5151/2594-357X-30772