Anais do Congresso Anual da ABM


ISSN 2594-5327

73º Congresso Anual da ABM vol. 73, num.73 (2018)


Título

CARACTERIZAÇÃO DE TRANSFORMAÇÕES ISOTÉRMICAS DE DECOMPOSIÇÃO AUSTENÍTICA EM TRÊS AÇOS DE APLICAÇÃO FERROVIÁRIA

CHARACTERIZATION OF ISOTHERMAL TRANSFORMATIONS OF AUSTENITE DECOMPOSITION IN THREE STEELS OF RAILWAY APPLICATION

DOI

10.5151/1516-392X-31209

Downloads

Baixar Artigo 96 Downloads

Resumo

Os aços perlíticos são amplamente utilizados na indústria ferroviária por possuírem boa resistência mecânica e ao desgaste, assim como tenacidade satisfatória. As propriedades mecânicas dos aços perlíticos são controladas pelas microestruturas desenvolvidas em sua fase de processamento, especialmente por características como o espaçamento interlamelar e tamanho da colônia de perlita. Dessa forma, o conhecimento do comportamento do aço durante as transformações de fases é de grande importância para a produção de aços manufaturados com objetivo de se atender requisitos específicos de aplicação. Neste contexto, este trabalho analisou a decomposição isotérmica da austenita em três aços de aplicação ferroviária, a partir da determinação experimental de diagramas TTT, obtidos pela técnica de dilatometria. Foram analisadas e comparadas as microestruturas e dureza dos aços no estado de entrega e após serem submetidos a algumas condições de transformações isotérmicas. Os resultados obtidos mostraram que, entre os aços estudados, a adição de elementos microligantes não é a principal causa do refinamento da microestrutura em aços do tipo premium, mas sim o histórico de resfriamento após a laminação a quente dos trilhos, haja visto que, para a mesma condição de austenitização e temperatura de decomposição isotérmica, os espaçamentos interlamelares dos trilhos premium e standard foram semelhantes.

 

Pearlitic steels are widely used in the railroad industry because of their wear and mechanical resistance, and good tenacity. Their mechanical properties are controlled by microstructures developed during their processing, especially by characteristics such as interlamellar space and pearlite colony size. This way, understanding the steel’s behavior in its phase transformations is vital to produce steels able to be applicable according to specific requirements. In this sense, this work analyzed the isothermal decomposition of austenite in three steels of railway application from TTT diagrams obtained via dilatometry. This study also analyzed and compared steel properties like microstructures and hardness at delivery state and after being subject to some isothermal transformations. The results showed that, among the steels studied, the addition of microalloying elements is not the main cause of microstructure refinement in premium steels, but the cooling records after track hot-rolling. Considering the same conditions for austenitization and temperature of isothermal decomposition, the interlamellar spaces of Premium and Standard railway tracks were alike.

Palavras-chave

Aço Perlítico; Transformação de Fases; Dilatometria; Diagrama TTT.

Pearlitic Steel; Phase Transformations; Dilatometry; TTT Diagram.

Como citar

Rodrigues, Karine Fernandes; Mourão, Gabriel Marques Magalhães; Faria, Geraldo Lúcio de. CARACTERIZAÇÃO DE TRANSFORMAÇÕES ISOTÉRMICAS DE DECOMPOSIÇÃO AUSTENÍTICA EM TRÊS AÇOS DE APLICAÇÃO FERROVIÁRIA , p. 91-102. In: 73º Congresso Anual da ABM, São Paulo, 2018.
ISSN: 2594-5327 , DOI 10.5151/1516-392X-31209