Anais dos Seminários de Redução, Minério de Ferro e Aglomeração


ISSN 2594-357X

18º Simpósio de Mineração vol. 47, num.18 (2017)


Título

ESPESSAMENTO DE MISTURAS DE LAMA E REJEITO DE FLOTAÇÃO

THICKENING OF SLIMES AND FLOTATION TAILINGS’ MIXTURES

DOI

10.5151/2594-357X-30589

Downloads

Baixar Artigo 222 Downloads

Resumo

O complexo Minas-Rio da Anglo American iniciou suas operações em agosto de 2014. A usina de tratamento produziu, em 2016, cerca de 15,5 milhões de toneladas secas de concentrado. O minério, explorado no município de Conceição do Mato Dentro (MG), passa pelas etapas de cominuição, classificação, concentração e separação sólido-líquido antes de ser bombeado por 529 km até o município de São João da Barra (RJ), onde é filtrado, estocado e embarcado para exportação. A lama e o rejeito da flotação são enviados para um espessador de 90 metros de diâmetro. Testes de sedimentação em bancada mostraram o efeito positivo da sedimentação dessa mistura de lamas e rejeito. A lama, composta predominantemente por partículas finas de hematita e argilo minerais, se adere a ao quartzo do rejeito, que possui maior diâmetro. Apesar dessa mistura aumentar a velocidade de sedimentação, ela propicia a formação de uma espuma com elevada estabilidade, devido a presença de finos da deslamagem e espumante da flotação. Foram feitos testes de bancada objetivando-se avaliar o efeito da retirada do rejeito da alimentação do espessador. A partir dos resultados foram traçados cenários com diferentes participações desse material e suas implicações no processo de sedimentação foram estimados.

 

Anglo American‘s Minas Rio complex began operations in August 2014. The processing plant in 2016, produced approximately 15,5 million tonnes of dry concentrate. The ore, extracted from Conceição Do Mato Dentro (MG) municipality goes through comminution, classification, concentration and solid-liquid separation before being pumped for 529 kilometers to São João da Barra (RJ) municipality, where it is filtered, stocked and shipped for export. The slimes and flotation tailings from the process are sent to a thickener which is 90 meters in diameter. Bench sedimentation tests which were conducted showed a positive effect on the sedimentation of this mixture of slimes and tailings. Slimes, which are predominantly composed of fine hematite particles and mineral clay, adhere to the quartz tailing which has a larger diameter. Although this mixture increases the settling velocity, it promotes the formation of a froth with increased stability, due to the presence of fines from de-sliming and the flotation frother. Bench tests were performed with the objective of evaluating the effect of the removal of the flotation tailings from the feed to the thickener. From the results, different scenarios were drawn with different proportions of this material in order to estimate the implications on the sedimentation process.

Palavras-chave

Thickening, Slimes, Tailings

Thickening, Slimes, Tailings

Como citar

Malinga, Thokozani Lehae Hanes; Turrer, Henrique Dias Gatti; Machado, Luis Clauzio de Renno; Nascimento, Carlos Magno; Santos, Leandro Almeida; Soares, Ricardo Ligorio; Fonseca, Elias de Castro; Russo, José Francisco Cabello. ESPESSAMENTO DE MISTURAS DE LAMA E REJEITO DE FLOTAÇÃO , p. 284-294. In: 18º Simpósio de Mineração, São Paulo, 2017.
ISSN: 2594-357X , DOI 10.5151/2594-357X-30589