Anais do Congresso Anual da ABM


ISSN 2594-5327

73º Congresso Anual da ABM vol. 73, num.73 (2018)


Título

ESTUDO COMPARATIVO PARA DISTINTAS CONDIÇÕES DE LAMINAÇÃO A FRIO E RECOZIMENTO PARA REVERSÃO DE UM AÇO INOXIDÁVEL AUSTENÍTICO 201LN.

COMPARATIVE STUDY FOR DIFFERENT COLD ROLLING AND REVERSION ANNEALING CONDITIONS OF 201LN AUSTENITIC STAINLESS STEEL.

DOI

10.5151/1516-392X-31547

Downloads

Baixar Artigo 44 Downloads

Resumo

O material deste estudo consistiu em um aço inoxidável austenítico 201LN, em que a condição de partida foi em forma de chapa com aproximadamente 5,00 mm de espessura e laminado a quente. As etapas de processamento adotadas consistiram em distintas condições de laminação a frio (temperatura ambiente e pré-resfriamento em salmoura) e tratamento térmico de recozimento, em que o objetivo foi avaliar a formação de martensita e posterior reversão desta em austenita. Com uso das técnicas de ferritoscopia e difração de Raios-X (DRX) foi possível quantificar a fração de martensita ’, identificar as fases associadas e a evolução dos seus respectivos picos de DRX presentes no material nas distintas condições estruturais estudadas, em confronto com as medidas de macrodureza Vickers (HV). Os resultados mostraram que tanto a fração volumétrica de martensita formada como a dureza, foram maiores nas amostras pré-resfriadas e esta diferença é mais evidente nas amostras que foram submetidas a uma sequência de laminação (1LF) e duas sequências de laminação seguida da etapa final de recozimento (2LF). Justificando assim o maior potencial de endurecimento pela maior formação de martensita com a redução da temperatura de deformação para os materiais encruados com maior tamanho de grão austenítico. Por outro lado, houve um maior potencial de endurecimento devido à redução do tamanho de grão austenítico resultante do segundo recozimento para reversão de amostras com um maior histórico de formação de martensita ao longo do processo, como também indicativos da formação de texturas distintas para cada condição completamente austenítica.

 

The material of this study consisted of a 201LN austenitic stainless steel, where the starting condition was sheet form approximately 5.00 mm thickness and hot rolled. The processing steps adopted consisted of different conditions of cold rolling (room temperature and pre-cooling in brine) and reversion annealing heat treatment, in which the objective was to evaluate the martensite formation and later reversion of this in austenite. Using Ferritoscopy and X-ray diffraction (XRD) techniques, it was possible to quantify the ’ martensite fraction and identify the phases associated evolution of their respective XRD peaks present in the material in the distinct structural conditions studied against Vickers macrohardness (VH) measures. The results showed that both the martensite volumetric fraction formed and the hardness were higher in the precooled samples, and this difference is more evident in the samples that were submitted to a just one rolling sequence (1LF) and two rolling sequences following by the final reversion annealing step (2LF). Justifying for the higher hardening potential due to the higher formation of martensite with the reduction of the deformation temperature for the austenitic grain sizes. On the other hand, there was a higher hardening potential due to the reduction of the austenitic grain size resulting from the second reversion annealing of samples with a higher history of martensite formation throughout the process, as well as indicative formation of distinct crystallographic textures for each completely austenitic condition.

Palavras-chave

Aço Inoxidável Austenítico; Laminação a frio; Martensita; Recozimento.

Austenitic Stainless Steel; Cold rolling; Martensite; Annealing

Como citar

Souza, Camila Oliveira de; Silva, Carolline Serafim da; Alves, Juciane Maria; Paula, Andersan dos Santos; Brandão, Luiz Paulo Mendonça; Casanova, Andrey de Moraes Barcelos; Oliveira, Isabela Santana de. ESTUDO COMPARATIVO PARA DISTINTAS CONDIÇÕES DE LAMINAÇÃO A FRIO E RECOZIMENTO PARA REVERSÃO DE UM AÇO INOXIDÁVEL AUSTENÍTICO 201LN. , p. 1034-1045. In: 73º Congresso Anual da ABM, São Paulo, 2018.
ISSN: 2594-5327 , DOI 10.5151/1516-392X-31547