Anais do Congresso Anual da ABM


ISSN 2594-5327

73º Congresso Anual da ABM vol. 73, num.73 (2018)


Título

INTERAÇÃO DA HIDROXIAPATITA NANOMÉTRICA NA SUPERFÍCIE DO GRAFENO

INTERACTION OF NANOMETRIC HYDROXYAPATITE ON THE GRAPHENE SURFACE

DOI

10.5151/1516-392X-31811-1537552741

Downloads

Baixar Artigo 168 Downloads

Resumo

Este trabalho objetivou produzir nanocompósitos de hidroxiapatita (HA) com óxido de grafeno (GO), a fim de investigar a interação entre tais materiais. Os nanocompósitos de hidroxiapatita-grafeno foram produzidos com adição de 0,5%, 1,0% e 1,5% em peso de GO à HA. Para avaliar a interação físico-química entre as superfícies destes materiais, foram realizadas análises de espectroscopia Raman e espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier (FTIR). A análise por Raman indicou que a adição de GO não afetou a banda característica da HA, sendo observadas as bandas D e G do óxido de grafeno. Além disso, o aumento da adição de GO levou a uma variação das intensidades das bandas D e G e nos valores de deslocamento no espectro Raman. Estes resultados sugerem uma possível transformação estrutural da HA-GO. Os resultados de FTIR indicaram que o aumento da adição do GO levou à ampliação da banda associada à água adsorvida, dada a natureza higroscópica do óxido de grafeno. A ausência da banda relacionada ao grupo carbonila do GO indicou a influência das nanopartículas de HA em sua superfície.

 

This work aimed to produce hydroxyapatite (HA) nanocomposites with graphene oxide (GO), in order to investigate the interaction between these materials. The hydroxyapatite-graphene nanocomposites were produced with addition of 0.5wt%, 1.0wt% and 1.5wt% of GO in the HA. To evaluate the physical-chemical interaction between the surfaces of these materials, Raman spectroscopy and Fourier transformation on infrared spectroscopy (FTIR) were performed. The Raman analysis indicated that the addition of GO did not affect the characteristic band of HA, with the D and G bands of graphene oxide being observed. Furthermore, the increase in GO addition yielded in a variation of the intensities of the D and G bands and the Raman spectrum shift values. These results suggest a possible structural transformation of HA-GO. The results of FTIR indicated that the increase of the addition of the GO led to the expansion of the band associated to the adsorbed water, given the hygroscopic nature of the graphene oxide. The absence of the band related to the GO carbonyl group indicated the influence of the HA nanoparticles on their surface.

Palavras-chave

Hidroxiapatita; Grafeno; Óxido de grafeno; Nanocompósitos

Hydroxyapatite; Graphene; Graphene oxide; Nanocomposites

Como citar

Lopes, Camila Cristine; Pinheiro, Wagner Anacleto; Rocha, Daniel Navarro da; Santos, Jheison Lopes dos; Silva, Marcelo Henrique Prado da. INTERAÇÃO DA HIDROXIAPATITA NANOMÉTRICA NA SUPERFÍCIE DO GRAFENO , p. 3292-3301. In: 73º Congresso Anual da ABM, São Paulo, 2018.
ISSN: 2594-5327 , DOI 10.5151/1516-392X-31811-1537552741