Anais dos Seminários de Redução, Minério de Ferro e Aglomeração


ISSN 2594-357X

Título

MICROESTRUTURA POROSA DE COQUE: RELAÇÃO COM A RESISTÊNCIA MECÂNICA

COKE MICROSTRUCTURE: RELATIONSHIP WITH MECHANICAL STRENGTH

DOI

10.5151/2594-357X-33891

Downloads

Baixar Artigo 56 Downloads

Resumo

Na literatura são descritos basicamente dois modelos de relações entre resistência mecânica e parâmetros microestruturais: (1) relações entre parâmetros microestruturais médios do coque e índices de ensaios mecânicos e (2) quantificação dos poros mais críticos a resistência mecânica, a partir de determinados critérios que levam em conta o tamanho e a forma dos poros. Nesse trabalho coques laboratoriais produzidos a partir de carvões com propriedades distintas foram caracterizados pela associação das técnicas de microscopia ótica e análise de imagens. Os principais modelos da literatura de relação entre resistência mecânica e parâmetros microestruturais foram avaliados. Foi demonstrado que nenhuma das relações estudadas conseguem descrever o comportamento mecânico de coques produzidos a partir de carvões de alto teor de componentes inertes (>40%). A partir desses resultados duas novas abordagens foram realizadas a fim de obter modelos que contemplem tais coques: (1) introdução de uma nova relação entre resistência mecânica e os parâmetros microestruturais e (2) um novo critério de classificação das regiões derivadas de componentes inertes como críticas a resistência mecânica

 

In the literature, two models of relationships between mechanical strength and microstructural parameters are described: (1) relations between average microstructural parameters and mechanical test indices; and (2) quantification of the most critical pores for mechanical strength, based on certain criteria take into account the size and shape of the pores. In this work, laboratory cokes waere produced by parent coals with large variety of properties. This cokes were characterized by the association of optical microscopy and image analysis techniques. The main models of the literature on the relationship between mechanical strength and microstructural parameters were evaluated. It has been demonstrated that none of the studied relationships can describe the mechanical behavior of cokes produced from high inert components (> 40%). From these results two new approaches have been carried out to obtain models that contemplate such cokes: (1) introduction of a new relationship between mechanical strength and microstructural parameters and (2) a new criteria for classification of regions derived from inert components such as critical to mechanical strength.

Palavras-chave

Coque metalúrgico; Microestrutura porosa de coque; resistência mecânica

Coke; Coke Microstructure; Mechanical Strength

Como citar

Agra, Anderson Azevedo; Nicolodi, Anderson; Flores, Bruno Deves; Guarda, Jamile; Silva, Guilherme Liziero Ruggio da; Vilela, Antônio Cezar Faria; Osório, Eduardo. MICROESTRUTURA POROSA DE COQUE: RELAÇÃO COM A RESISTÊNCIA MECÂNICA , p. 379-391. In: 49° Seminário de Redução de Minérios e Matérias-primas, São Paulo, 2019.
ISSN: 2594-357X , DOI 10.5151/2594-357X-33891