Anais do Congresso Anual da ABM


ISSN 2594-5327

73º Congresso Anual da ABM vol. 73, num.73 (2018)


Título

UTILIZAÇÃO DA TÉCNICA DE ULTRASSONOGRAFIA INDUSTRIAL COMO POTENCIAL MEIO DE INFERÊNCIA PARA A CARACTERIZAÇÃO MICROESTRUTURAL DE AÇOS COM DIFERENTES TEORES DE CARBONO

USE OF THE INDUSTRIAL ULTRASOUND TECHNIQUE AS A POTENTIAL INFERENCE FOR THE MICROSTRUCTURAL CHARACTERIZATION OF STEELS WITH DIFFERENT CARBON CONTENTS

DOI

10.5151/1516-392X-31782

Downloads

Baixar Artigo 49 Downloads

Resumo

Este artigo busca avaliar a viabilidade de inferência quanto aos tipos de fases e/ou constituintes microestruturais obtidos em amostras com e sem tratamentos térmicos através da medição da velocidade de ondas nelas propagadas nos ensaios, com diferentes níveis de atenuação sônica. As técnicas do ensaio não destrutivo de ultrassom vêm se tornando uma importante alternativa para caracterização de materiais de forma mais rápida numa linha de produção, buscando antecipar comportamentos mecânicos ou características intrínsecas dos materiais e, assim, visando reduzir custos de inspeção e também o lead time de produção, mantendo ou elevando o grau de confiabilidade da inspeção, e atendendo as especificações técnicas exigidas pelos clientes. Os testes indicam que as ondas ultrassônicas incidentes nos aços baixo carbono apresentam pequena variação de velocidade antes e após a realização de tratamentos térmicos. Em aços de maior teor de carbono e, portanto, em maiores níveis de resistência mecânica e dureza, maior espalhamento e atenuação sofre o feixe sônico, reduzindo a velocidade de propagação da onda sônica, permitindo melhor correlação com a microestrutura, de acordo com o tratamento sofrido e as fases e/ou constituintes presentes, sendo de grande potencial para o método de caracterização quanto às propriedades do material através de inspeções via ultrassonografia industrial.

 

This article aims to evaluate the probability of inference for the types of microstructural phases and / or constituents in samples with and without the heat treatment media by measuring the velocity of waves propagated in the tests with different levels of sonic attenuation. The techniques of non-destructive ultrasound testing have become an important alternative for the characterization of materials more quickly in a production line, seeking to anticipate mechanical behavior or intrinsic characteristics of materials and aiming to reduce inspection costs and also the production lead time, maintaining or increasing the degree of maintenance, and serving as the rules required by customers. The tests indicate that ultrasonic waves passage in the low-carbon steel present a small variation of velocity before and after the accomplishment of heat treatments. In the case of steels higher carbon content and, so, in higher levels of mechanical strength and hardness, higher scattering and attenuation of the sonic frequency, decreasing the propagation velocity of the sonic wave, the improvement with the microstructure, according to the heat treatment accomplished and the phases and / or constituents presents, being of great potential for the characterization method by the properties of the material through inspections by industrial ultrasonography.

Palavras-chave

Ultrassom; Microestrutura; Velocidade sônica

Ultrasound; Microstructure; Sonic speed

Como citar

Costa Junior, Elexander da; Dias, Ana Cláudia Azevedo; Bartulici, Eric; Vieira, David Hebert; Rocha, Antônio Marcos da; Moreira Neto, Antenor Soares; Borges, Alex Rodrigues. UTILIZAÇÃO DA TÉCNICA DE ULTRASSONOGRAFIA INDUSTRIAL COMO POTENCIAL MEIO DE INFERÊNCIA PARA A CARACTERIZAÇÃO MICROESTRUTURAL DE AÇOS COM DIFERENTES TEORES DE CARBONO , p. 1858-1867. In: 73º Congresso Anual da ABM, São Paulo, 2018.
ISSN: 2594-5327 , DOI 10.5151/1516-392X-31782