Anais do Congresso Anual da ABM


ISSN 2594-5327

73º Congresso Anual da ABM vol. 73, num.73 (2018)


Título

AVALIAÇÃO DA MICROESTRUTURA E DUREZA DO AÇO INOXIDÁVEL FERRÍTICO AISI 430 E AISI 430Nb TRATADOS TERMICAMENTE

EVALUATION OF THE MICROSTRUCTURE AND HARDNESS OF FERRITIC STAINLESS STEELS AISI 430 AND

DOI

10.5151/1516-392X-31742

Downloads

Baixar Artigo 326 Downloads

Resumo

Os aços inoxidáveis ferríticos apresentam vantagens econômicas e técnicas apreciados por diversos setores industriais e dentro desta classe, o AISI 430 é o mais utilizados por ser resistente ao calor e à corrosão e esteticamente atraente e, em algumas aplicações, adequado para substituir os inoxidáveis austeníticos. Para suprir algumas exigências que o tipo AISI 430 não possuía, surgiram os aços estabilizados, sendo o Ti e Nb os elementos mais comumente utilizados.O aço AISI 430E, estabilizado com Nb, possui menor susceptibilidade a sensitização além de melhores propriedades mecânicas. Este trabalho consiste em analisar a influência da adição de Nb no AISI 430 tratado termicamente. As implicações da adição de Nb na microestrutura e dureza foram avaliadas por meio de microdureza vickers, microscopia óptica e eletrônica de varredura. Os resultados mostram que o AISI 430A apresentou uma estrutura ferrita e martensita, após tratamento em temperaturas elevadas, enquanto o aço AISI 430E, apresentou crescimento heterogêneo de grão. Notou-se um aumento da dureza no aço AISI 430 A após tratamento térmico em elevadas temperaturas (1000 °C) devido à presença da martensita, enquanto no aço estabilizado, o valor de dureza diminuiu devido ao coalescimento de precipitados de Nb.

 

Ferritic stainless steels have economic and technical advantages appreciated by many industrial sectors and within this class, the AISI 430 is most commonly used as heat and corrosion resistant and aesthetically attractive and in some applications suitable to replace austenitic stainless steels. To meet some requirements that the AISI 430 type did not have, stabilized steels appeared, with Ti and Nb being the most commonly used elements. The AISI 430E steel, stabilized with Nb, has less susceptibility to sensitization besides better mechanical properties. This work consists in analyzing the influence of the addition of Nb on the thermally treated AISI 430. The implications of the addition of Nb in the microstructure and hardness were evaluated by means of vickers microhardness, optical and scanning electron microscopy. The results show that AISI 430A presented a ferrite and martensite structure, after treatment at high temperatures, while AISI 430E steel showed heterogeneous grain growth. A hardness increase was observed in the AISI 430 A steel after heat treatment at high temperatures (1000 ° C) due to the presence of martensite, whereas in the stabilized steel the hardness value decreased due to the precipitation of Nb precipitates.

Palavras-chave

Aços inoxidáveis ferríticos; AISI 430; Nióbio; Microestrutura

Ferritic stainless steel; AISI 430; Niobium; Microestructure.

Como citar

Magualhães, Hugo Rodrigues; Gonçalves, Caroline Nazaré; Santos, Neice Ferreira dos; Carvalho, Gabriel Mendes Almeida. AVALIAÇÃO DA MICROESTRUTURA E DUREZA DO AÇO INOXIDÁVEL FERRÍTICO AISI 430 E AISI 430Nb TRATADOS TERMICAMENTE , p. 1728-1736. In: 73º Congresso Anual da ABM, São Paulo, 2018.
ISSN: 2594-5327 , DOI 10.5151/1516-392X-31742