Anais do Congresso Anual da ABM


ISSN 2594-5327

73º Congresso Anual da ABM vol. 73, num.73 (2018)


Título

CARACTERIZAÇÃO MICROESTRUTURAL DE UM AÇO BALÍSTICO DE ALTA DUREZA

MICROSTRUCTURAL CHARACTERIZATION OF A HIGH HARD BALLISTIC STEEL

DOI

10.5151/1516-392X-31902

Downloads

Baixar Artigo 79 Downloads

Resumo

Aços de alta dureza (HHA – High Hardness Armor) são os mais utilizados na fabricação de blindagens para veículos militares, em virtude da relação custo-benefício apresentada por esta classe de materiais, quando comparada as dos materiais cerâmicos, poliméricos e compósitos; além das excelentes propriedades que podem ser obtidas por meio dos tratamentos térmicos de têmpera e revenimento. Esses tratamentos geram uma microestrutura denominada martensita revenida, conferindo ao material dureza acentuada sem perda de tenacidade; propriedades antagônicas para um aço, porém relevantes para as blindagens. A dureza permite a ocorrência da quebra da ponta do projetil, já a tenacidade, absorver a energia de impacto. Todo tratamento térmico é considerado eficaz, quando permite obter apenas as fases importantes para o seu desempenho. No caso da têmpera e do revenido, obter apenas martensita é quase impossível, podendo esta apresentar percentuais elevados de austenita retida, o que contribui para a diminuição do desempenho balístico do aço. Sendo assim, este trabalho teve por objetivo caracterizar a microestrutura de um aço balístico de alta dureza, desenvolvido por siderúrgicas brasileiras, para confirmar a microestrutura proveniente dos tratamentos térmicos de têmpera e revenido, além de analisar sua microestrutura e verificar por meio de difração de raios X, a possível presença da austenita retida

 

High Hardness steel is the most used in the manufacture of armors for military vehicles, due to the cost-benefit ratio presented by this class of materials, when comparing ceramic, polymeric and composite materials, in addition to excellent properties that can be obtained by means of quench and tempering treatments. These treatments generate a microstructure called tempered martensite, giving the material hardness with no loss of toughness; properties antagonistic to a steel, but relevant to the armor. The hardness allows the occurrence of the projectile tip break, as well as the toughness, to absorb the impact energy. Every heat treatment is considered effective, when it allows only the phases that are important for its performance to be obtained. In the case of quench and tempering, only barred martensite is almost impossible, which can present high percentages of retained austenite, which contributes to the reduction of the ballistic performance of the steel. The objective of this work was to characterize the microstructure of a high hardness ballistic steel, developed by Brazilian steelmakers, to confirm the microstructure from the quench and tempering treatments, besides analyzing its microstructure and verifying by means of lightning diffraction X, the possible presence of retained austenite

Palavras-chave

Blindagem metálica; Caracterização metalográfica; Austenita retida

Metallic armor; Metallographic characterization; Retained austenite

Como citar

Oliveira , Suzane de Sant' ana; Monsores, Karollyne Gomes de Castro; Silva, Anderson Oliveira da; Rodrigues, João Gabriel Passos; Weber, Ricardo Pondé. CARACTERIZAÇÃO MICROESTRUTURAL DE UM AÇO BALÍSTICO DE ALTA DUREZA , p. 2268-2274. In: 73º Congresso Anual da ABM, São Paulo, 2018.
ISSN: 2594-5327 , DOI 10.5151/1516-392X-31902