Anais dos Seminários de Redução, Minério de Ferro e Aglomeração


ISSN 2594-357X

Título

ADIÇÃO DE PELLET FEED NA AGLOMERAÇÃO A FRIO DE MINÉRIO DE FERRO PARA SINTERIZAÇÃO

PELLET FEED ADDITION ON IRON ORE SINTERING COLD AGGLOMERATION

DOI

10.5151/2594-357X-33893

Downloads

Baixar Artigo 237 Downloads

Resumo

O uso de pellet feed para ajuste de qualidade química do sínter é uma alternativa diante do empobrecimento das reservas de minério de ferro. Entretanto, a adição de ultrafinos na sinterização pode ocasionar perda de permeabilidade e consequente queda de produtividade do processo. Nesse contexto, o presente estudo investigou a adição de pellet feed natural e moído, avaliando seus efeitos sobre aglomeração a frio para sinterização e a qualidade das quase-partículas produzidas. Oito misturas típicas de composição industrial foram produzidas em laboratório, substituindo-se o Sinter Feed por diferentes percentuais de Pellet Feed Natural (PFN, 91% < 150 µm) e Pellet Feed Moído (PFM, 83% < 44 µm). As misturas foram submetidas a ensaios de aglomeração a frio e as quase-partículas produzidas foram avaliadas por meio de peneiramento, degradação à queda, ensaios de permeabilidade e análise granulométrica particionada. Observou-se uma diminuição do tamanho médio das quase-partículas e um decréscimo de permeabilidade com a adição dos ultrafinos. A adição de PFN favoreceu o mecanismo de deposição de camadas em quase-partículas maiores. O mecanismo de coalescimento ocorreu para maiores adições de PFN e PFM, sendo mais expressivo para o PFM.

 

The use of pellet feed to adjust the chemical quality of the sinter is an alternative to the depletion of iron ore reserves. However, the addition of ultrafine in the sintering process can cause decrease of permeability and consequent drop in machine productivity. In this context, the present work investigated the addition of natural and ground pellet feed, evaluating its effects on cold agglomeration for sintering and quality of quasi-particles produced. Eight typical mixtures with industrial composition were produced in the laboratory, replacing Sinter Feed with different percentages of Natural Pellet Feed (NPF, 91% <150 μm) and Ground Pellet Feed (GPF, 83% <44 μm). The mixtures were subjected to cold agglomeration tests and the quasi-particles produced were evaluated by screening, shatter test, permeability test and disintegration into primary particles analysis. There was a decrease in the mean particle size of quasi-particles and reduce in permeability with addition of the ultrafines. The addition of NPF favored the layering mechanism in larger quasi-particles. The coalescence mechanism occurred for larger additions of NPF and GPF, being more expressive for GFM additions.

Palavras-chave

Aglomeração a frio; Sinterização; Minério de ferro; Pellet Feed.

Cold agglomeration; Sintering; Iron ore; Pellet Feed.

Como citar

Oliveira, Arthur Felipe Lino; Júnior, Rafael Adriano Lopes; Flores, Ismael Vemdrame; Avila, Lindaura de Souza Cândido D’; Bagatini, Maurício Covcevich. ADIÇÃO DE PELLET FEED NA AGLOMERAÇÃO A FRIO DE MINÉRIO DE FERRO PARA SINTERIZAÇÃO , p. 316-327. In: 7° Simpósio Brasileiro de Aglomeração de Minérios, São Paulo, 2019.
ISSN: 2594-357X , DOI 10.5151/2594-357X-33893