Anais dos Seminários de Redução, Minério de Ferro e Aglomeração


ISSN 2594-357X

Título

AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA MECÂNICA A COMPRESSÃO EM COQUE E A SUA CORRELAÇÃO COM O TESTE DE TAMBOREAMENTO.

EVALUATION OF MECHANICAL RESISTANCE TO COKE COMPRESSION AND ITS CORRELATION WITH INDEX DRUM

DOI

10.5151/2594-357X-33457

Downloads

Baixar Artigo 172 Downloads

Resumo

O coque fica exposto a diferentes solicitações mecânicas do tipo impacto, abrasão e compressão, desde o desenfornamento até o seu consumo no Alto-Forno. Para evitar que o coque sofra uma acentuada degradação é exigido que o mesmo apresente uma elevada resistência mecânica. Para monitorar tal parâmetro utiliza-se principalmente o teste de tambor, porém este contempla apenas a degradação por impacto e por abrasão. Neste contexto, este trabalho desenvolveu uma metodologia para avaliar a resistência mecânica a compressão, inicialmente em partículas individuais de coque, apontando quais seriam as granulometrias mais resistentes. Os coques foram transformados em corpos de provas e testados em máquina de ensaio universal. Os resultados apontam que a tensão média de ruptura cresce com o aumento da granulometria. Posteriormente, foi avaliado a resistência mecânica à compressão em leito de coque, onde foi possível simular em uma prensa hidráulica, a pressão que a coluna das cargas exerce sobre o leito de coque no Alto-Forno e posteriormente correlacionou a compressão com o teste de tambor e obteve excelentes resultados.

 

The coke is exposed to different mechanical demands of the type impact, abrasion and compression, from the dewatering to its consumption in the blast furnace. To prevent coke from undergoing severe degradation it is required that it has a high mechanical strength. In order to monitor this parameter, the drum test is used mainly, but only the degradation by impact and abrasion. In this context, this work developed a methodology to evaluate the mechanical resistance to compression, initially in individual coke particles, pointing out the most resistant granulometry. The cokes were transformed into test bodies and tested on a universal testing machine. The results indicate that the average tensile stress increases with increasing particle size. Later, the mechanical resistance to compression in coke bed was evaluated, it was possible to simulate in a hydraulic press the pressure that the column of the loads exerts on the coke bed in the Blast Furnace and later correlated the compression with index drum and obtained excellent results.

Palavras-chave

Coque; Compressão; Resistência mecânica

Coke; Compression; Mechanical Resistance

Como citar

Oliveira, Iara Patricia Vieira de; Silva, Guilherme Liziero Ruggio da; Assis, Paulo Santos; Moura, Lorena Cristina Amorim; Lemos, Leandro Rocha. AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA MECÂNICA A COMPRESSÃO EM COQUE E A SUA CORRELAÇÃO COM O TESTE DE TAMBOREAMENTO. , p. 181-192. In: 49° Seminário de Redução de Minérios e Matérias-primas, São Paulo, 2019.
ISSN: 2594-357X , DOI 10.5151/2594-357X-33457