Anais do Enemet - Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Metalúrgica, de Materiais e de Minas


ISSN 2594-4711

Título

ESTUDO DE INIBIDOR VERDE À BASE DE AROEIRA (MYRACRODRUON URUNDEUVA FR. ALLEM) NO COMBATE À CORROSÃO DO AÇO CARBONO SAE J403 1020

STUDY OF GREEN CORROSION INHIBITOR MADE OF AROEIRA (MYRACRODRUON URUNDEUVA FR. ALLEM) IN CORROSION PREVENTION OF SAE J403 1020 CARBON STEEL

DOI

10.5151/2594-4711-33758

Downloads

Baixar Artigo 2 Downloads

Resumo

O uso de inibidores verdes na corrosão do aço carbono SAE J403 1020 configura-se como uma alternativa econômica e ambientalmente acessível, pois, em relação aos inibidores comerciais geralmente utilizados, são de fácil obtenção, já que são adquiridos a partir de vegetais, portanto, não oferecem risco ao meio ambiente. Assim, o presente trabalho tem como objetivo avaliar o uso das folhas de aroeira como inibidor de corrosão para o aço carbono SAE J403 1020, o qual é bastante utilizado na indústria e possui baixa resistência à corrosão. A escolha da aroeira se deu devido ao fato de a planta ter origem no Brasil e abundância no Nordeste do País, principalmente no Ceará. Para análise, foram utilizados como meio corrosivo: H2SO4 0,1 M, NaCl 3,5% e NaCl (ph = 4,0); as concentrações do inibidor foram: 50, 200, 500 e 1000 ppm. Em relação aos ensaios eletroquímicos, utilizou-se: Potencial de Circuito Aberto (OCP), Espectroscopia de Impedância Eletroquímica (EIE) e Curvas de Polarização Linear (CP). Dessa forma, por meio da análise das técnicas mencionadas, conseguiu-se obter o comportamento do inibidor em relação ao material e ao meio, bem como avaliar qual o melhor meio para a utilização da aroeira como inibidor verde de corrosão.

 

The use of green inhibitors in the corrosion of SAE J403 1020 carbon steel is an economical and environmentally accessible alternative because, regarding to the commercial inhibitors generally used, they are easily obtainable, and since they are acquired from vegetables, don't represent a risk to the environment. Thus, the present work aims to evaluate the use of aroeira leaves as a corrosion inhibitor for SAE J403 1020 carbon steel, which is widely used in industry and has low corrosion resistance. The choice of aroeira was due to the fact that the plant is originated from Brazil and is abundant in the Northeast of the country, mainly in Ceará. For analysis, a corrosive medium was used: 0.1 M H2SO4, 3.5% NaCl and NaCl (pH = 4.0); the inhibitor concentrations were: 50, 200, 500 and 1000 ppm. In relation to the electrochemical techniques, Open Circuit Potential (OCP), Electrochemical Impedance Spectroscopy (EIS) and Linear Polarization Curves (CP) were used. Thus, through the analysis of the mentioned techniques, it was possible to obtain the behavior of the inhibitor in relation to the material and the medium, as well as to evaluate the best medium for the use of aroeira as a green corrosion inhibitor.

Palavras-chave

Inibidores de corrosão; Aroeira; Aço carbono; Técnicas eletroquímicas.

Corrosion inhibitors; Aroeira; Carbon steel; Electrochemical techniques.

Como citar

Souza, Vitória Lima de; Araújo, Walney Silva; Romero, Francisco Belmino; Silveira, Edilberto Rocha; Leite, Adriana de Oliveira Sousa. ESTUDO DE INIBIDOR VERDE À BASE DE AROEIRA (MYRACRODRUON URUNDEUVA FR. ALLEM) NO COMBATE À CORROSÃO DO AÇO CARBONO SAE J403 1020 , p. 129-138. In: 19° Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Metalúrgica, de Materiais e de Minas (ENEMET), São Paulo, 2019.
ISSN: 2594-4711 , DOI 10.5151/2594-4711-33758