Anais dos Seminários de Redução, Minério de Ferro e Aglomeração


ISSN 2594-357X

Título

EXIGÊNCIAS DE LIMITE DE UMIDADE TRANSPORTÁVEL (TML) PARA TRANSPORTE MARÍTIMO DE MINÉRIO DE FERRO

MARITIME BULK CARGO TRANSPORTABLE MOISTURE LIMIT REQUIREMENTS FOR IRON ORE SHIPMENTS

DOI

10.5151/4444-4444-26913

Downloads

Baixar Artigo 356 Downloads

Resumo

Cargas a granel, incluindo finos de minério de ferro, devem ser embarcadas de acordo com as diretrizes acordadas entre os membros da Organização Marítima Internacional (IMO). Uma medida de segurança crítica é o Limite de Umidade Transportável (TML), exigido para cargas do Grupo A (cargas que têm tendência à liquefação). Diversos acidentes com navios envolvendo finos de minério de ferro da India, cuja causa suspeita-se ser a liquefação da carga, trouxeram à atenção o tema do TML de finos de minério de ferro. Um trabalho extenso de pesquisa foi desenvolvido pelos principais produtores de minério de ferro da Austrália e do Brasil para dar suporte à IMO no desenvolvimento de normas para o embarque desse tipo de material. Com essa finalidade, mineradoras patrocinaram o projeto AMIRA P1097, que foi conduzido pela TUNRA Bulk Solids (TBS) e o Centre for Bulk Solids and Particulate Technology (CBSPT), CSIRO e a Universidade de Auckland, com a gestão do projeto sendo feita pela Creative Process Innovation, a fim de estabelecer uma abordagem modificada de testes de TML específica para finos de minério de ferro. Esse estudo deu suporte aos resultados dos testes e conclusões do Technical Working Group do IMO, que publicou suas conclusões e descobertas em Setembro de 2013.

 

Bulk cargoes, including iron ore fines, must be shipped according to the rules agreed by the member states of the International Maritime Organisation (IMO). One critical safety measure is the transportable moisture limit (TML), required for Group A cargoes (cargoes that may liquefy). A number of shipping incidents involving iron ore fines from India, where liquefaction of the cargo was suspected to be the cause, have brought the issue of iron ore fines TML into the spotlight. Extensive research work has therefore been undertaken by the major iron ore producers from Australia and Brazil to support the IMO in developing regulations for the shipment of iron ore fines. To this end, iron ore companies sponsored the AMIRA P1097 project, which was undertaken by TUNRA Bulk Solids (TBS) and the Centre for Bulk Solids and Particulate Technology (CBSPT), CSIRO and the University of Auckland with project leadership provided by Creative Process Innovation, to establish a modified TML test approach specific to iron ore fines. This program of work supported test work findings from the IMO Technical working group that reported its findings in Sept 2013.

Palavras-chave

Limite de umidade transportável, Embarque de minério, Manuseio de granéis sólidos, Cargas a granel

Transportable moisture limit, Ore shipment, Bulk solids handling, Bulk cargoes

Como citar

Williams, Kenneth; Honeyands, Tom; Holmes, Ralph; Orense, Rolando; Roberts, Alan; Pender, Michael; McCallum, David; Krull, Tobias. EXIGÊNCIAS DE LIMITE DE UMIDADE TRANSPORTÁVEL (TML) PARA TRANSPORTE MARÍTIMO DE MINÉRIO DE FERRO , p. 661-680. In: 45º Ironmaking / 16º Iron Ore / 3º Agglomeration, Rio de Janeiro, 2015.
ISSN: 2594-357X , DOI 10.5151/4444-4444-26913